Sistema LipoShock chega ao Centro de Estética Avançada Rose Ramos

Considerada referência no ramo da estética corporal, na cidade de Guaratinguetá, Vale do Paraíba, o Centro de Estética Avançada Rose Ramos, comandada pela profissional Rose Ramos, anuncia novos procedimentos de tratamentos para estrias, celulite e flacidez, credenciados pelo Sistema revolucionário LipoShock, tecnologia aprovada pela Anvisa.

Conheça as demais novidades trazidas à clínica:

– Manicure

– Maquiagem

– Terapia capilar: queda, seborreia,

– Peeling íntimo (axila e virilha )

– Peeling facial

– Peeling de olheira

– Tratamentos faciais: acne , manchas e fotoenvelhecimento

– PEIM (Procedimento Estético Injetável em Microvasos)

– Acupuntura

– Ventosaterapia

 

 Acupuntura

Praticada na China há mais de dois mil anos, a técnica consiste no uso de agulhas para estimular pontos específicos relacionados à manutenção do funcionamento adequado do organismo.

No Brasil, a acupuntura já é inclusive reconhecida como uma especialidade médica, e pode ser feita com segurança por diversos profissionais qualificados.

Os principais benefícios proporcionados pela técnica são:

– Melhora a circulação sanguínea;

– Fortalece o sistema imunológico;- Previne doenças;

– Equilibra o emocional;

– Diminui o stress;

– Rejuvenesce a pele;

– Ameniza dores de cabeça;

– Melhor a concentração e memória

 Ventosaterapia:

A ventosaterapia serve para tratar a celulite e também as contraturas dos músculos das costas. Nesse tratamento são colocadas pequenas ventosas no local a ser tratado, que devido a diferença de pressão, cria um vácuo que descola a pele do músculo.

Nesse tratamento o vácuo formado dentro da ventosa suga a pele e isso resulta num aumento do diâmetro dos vasos sanguíneo neste exato local, e como resultado existe uma maior oxigenação destes tecidos, permitindo a liberação de toxinas do sangue e do músculo com mais facilidade.

Principais benefícios da ventosaterapia:

– Desintoxica o organismo;

– Trata lombalgias;

– Ameniza dores abdominais;

– Trata cefaleia e problemas digestivos;

– Trata hipertensão arterial

 

 

A profissional Rose Ramos atua no ramo de Estética Avançada desde 2004, com passagens em clínicas de Lorena e Guaratinguetá.

Ministrou aulas na disciplina de depilação no Senac de Guaratinguetá e fundou a sua clínica de estética em 2013.

Ampliou seus conhecimentos na área e está concluindo o curso de Fisioterapia, com ênfase na área de Demato Funcional.

 

20 de Outubro – Dia Mundial de Combate à Osteoporose

Com o slogan “Seja Firme e Forte Contra a Osteoporose, os especialistas da ABRASSO – Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo promovem, nos próximos dias 20, 21 e 22 de outubro, uma série de atividades para celebrar o dia 20 de Outubro – Dia Mundial da Prevenção e Combate à Osteoporose.

A campanha, realizada anualmente, este ano estará com programação voltada à população nas cidades de São Paulo (SP), Curitiba (PR) e Niterói (RJ).

Em São Paulo, o destaque será o Projeto Casa Segura, desenvolvido pelo arquiteto Gabriel Casadei Pietraroia, com apoio e supervisão da FAU – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. “São dicas simples, mas que farão muita diferença na adaptação de necessidades especiais que surgem com o envelhecimento e dificuldades motoras. Várias destas dicas são úteis para o planejamento de novas construções de casas e apartamentos, pensando no envelhecimento de seus moradores”, ressalta a médica endocrinologista Dra. Marise Lazaretti Castro, presidente da ABRASSO.

A Casa Segura ficará instalada no Parque Villa Lobos, em São Paulo, nos dias 20, 21 e 22 de outubro, aberta à visitação monitorada das 9hs às 17hs.

A população terá, ainda, acesso ao Teste do Calcâneo (exame que avalia a massa óssea do indivíduo por meio de uma ultrassonometria do calcanhar para identificar a osteoporose) e ao teste de “Frax”, desenvolvido através de questionário para estimar a probabilidade de fraturas de acordo com os fatores de risco relatados na pesquisa. “O teste do calcâneo é simples e não incisivo, com duração de apenas 60 segundos, com resultado imediato”, informa a especialista.

Com os resultados do Frax em mãos, se necessário, a pessoa é orientada a buscar atendimento médico especializado.

Orientações nutricionais e atividades físicas direcionadas também serão oferecidas durante a campanha.

A Campanha, organizada pela ABRASSO, tem o apoio das empresas Sandoz, Mantecorp, Amgen, Deca e Forbo Pisos.

Confira a programação:

Em São Paulo (SP):

Datas: 20, 21 e 22/10 – Das 9hs às 17hs

Local: Parque Villa Lobos – Espaço Esplanada

Ações: Projeto Casa Segura

            Tenda de atendimento, com Teste do Calcâneo

             Dicas e orientações nutricionais e de atividades físicas

Em Niterói (RJ):

Data: 20, 21 e 22/10 – Das 9hs às 17hs

Local: Campo de São Bento

Ações: Teste do Calcâneo

              Teste de Frax

               Atividades físicas

Em Curitiba (PR)

Data: 20 de outubro – Das 9hs às 17hs

Locais: Rua da Cidadania e Terminal do Pinheirinho

Público-alvo: Homens e Mulheres acima de 50 anos

Orientações multidisciplinares de saúde, como manutenção da massa muscular, atividade física, nutrição, odontologia, dentre outras.

 

Osteoporose nos homens – Negligência

Este ano, os especialistas alertam os médicos que cuidam da saúde do homem sobre a importância do exame da densitometria óssea, considerando que a doença também acomete o público masculino, ainda que em escala inferior às mulheres.

O exame é considerado importante para avaliar o risco de osteoporose e deve ser realizado em toda mulher com 65 anos, e em todos homens com 70 anos. Caso apresentem fatores de risco, em ambos os casos o exame deve ser solicitado antes. Cerca de 15% dos homens com mais de 65 anos desenvolvem a doença. E, embora fraturem menos do que as mulheres, a mortalidade após fratura de quadril é duas vezes maior nos homens do que nas mulheres após a mesma fratura. A especialista ressalta que os homens acabam sendo negligenciados.

“Pelos protocolos médicos para a prevenção e tratamento da osteoporose, todo homem com mais de 70 anos deveria realizar um exame de densitometria óssea para avaliar o risco de osteoporose. Hoje em dia isso está muito longe de acontecer. Em um dado recente em um grande Centro Diagnóstico, observamos que, de todos exames de densitometria realizados, menos de 10% foram feitos em homens. Como hoje em dia já temos bons tratamentos para a osteoporose, capazes de prevenir boa parte das fraturas osteoporóticas, é uma pena que os homens acabem ficando descobertos dessa proteção”, alerta.

Projeto Casa Segura:

Confira algumas das recomendações importantes:

– O apoio é importante! O ideal é que todas as cadeiras e poltronas tenham apoio para os braços para facilitar na hora de sentar e de levantar. As barras de apoio também devem ser instaladas ao lado da pia, ao lado do vaso sanitário e dentro do box do chuveiro. Elas garantem a estabilidade e a autonomia do idoso.

– No ambiente do quarto, dê preferência aos pisos laminados. Eles oferecem bom conforto térmico e também amortecem as quedas.

– Nas escadas, uma simples fita faz uma grande diferença. As fitas antiderrapantes na borda dos degraus ajudam a melhorar a aderência e também sinalizam o fim do degrau.

– Evite tapetes nos quartos, cozinha e salas para não tropeçar ou escorregar. Para aqueles que não abrem mão de seus tapetes, recomenda-se utilizar fitas aderentes debaixo deles.

–  No banheiro, o tapete para secar os pés na hora de sair do banho é recomendável para manter os pés secos e evitar quedas. Porém, utilize tapetes com borracha ou fita antiderrapante, para que eles próprios não se tornem um perigo.

Osteoporose  – Fatores de risco

Os principais fatores de risco da osteoporose incluem o envelhecimento, isso em ambos os sexos, mas a mulher tem um fator de risco adicional que é o fenômeno da menopausa. A menopausa representa a parada de produção de hormônios femininos pelos ovários, especialmente os estrogênios, o que leva a um aumento da perda óssea (reabsorção). Um quarto das mulheres pós-menopausadas desenvolvem osteoporose. Além disso, a genética também é importante. Pessoas muito magras, miúdas, ou que já possuem familiares com osteoporose, especialmente pai e mãe, têm maior risco de desenvolver osteoporose. Fatores ambientais também são importantes fatores de risco, como baixa ingestão de cálcio na alimentação, baixas concentrações de Vitamina D pela falta de exposição solar, o sedentarismo e o tabagismo. Muitas doenças crônicas, como doenças respiratórias, endócrinas, inflamatórias, neoplásicas, gastrointestinais podem favorecer o aparecimento da osteoporose, assim como o uso de medicamentos prejudiciais ao osso, especialmente os glicocorticoides.

Os laticínios são a nossa principal fonte de cálcio. Sem o uso de laticínios raramente se atinge as necessidades diárias de cálcio, porque as outras fontes possuem quantidades menores de cálcio aproveitável. Portanto, a ideia de que o ser humano adulto não necessita mais tomar leite não tem fundamento cientifico nenhum, além desta crença aumentar o risco de osteoporose.

Diagnóstico

O diagnóstico da Osteoporose, em geral, é feito por um exame de densitometria óssea, que consegue antecipar o risco aumentado de uma fratura, ou a osteoporose pode ser estabelecido quando as fraturas já aconteceram. A primeira opção é sempre a melhor, mas depende de um médico solicitar o exame, o que acontece com frequência para as mulheres, mas muito raramente para os homens, que acabem sendo negligenciados para a doença.

Tratamento e dicas de prevenção

Como tratamento existem várias opções de medicamentos, que vão desde comprimidos diários, semanais, mensais, a injeções diárias, semestrais ou anuais, com grande capacidade de prevenir as temidas fraturas osteoporóticas. Lembrando que sempre se deve adequar o cálcio e a vitamina D, e estimular a atividade física em qualquer uma destas formas de tratamento da osteoporose.
Sobre a ABRASSO

A ABRASSO – Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo – representa a união das três principais sociedades médicas dedicadas ao estudo da osteoporose e do osteometabolismo no Brasil: SBDENS (Sociedade Brasileira de Densitometria Clínica), SOBEMOM (Sociedade Brasileira para Estudo do Metabolismo Ósseo e Mineral) e a SOBRAO (Sociedade Brasileira de Osteoporose).

Criada em 2011, conta hoje com cerca de 1.500 associados de diversas especialidades médicas, além de outros profissionais da área da saúde que, juntos, têm a missão de difundir o conhecimento científico, estimular o ensino e a pesquisa e realizar ações preventivas da saúde junto ao público leigo.

 

Serviço:

Twitter: @ABRASSO

Facebook: @abrassonacional

www.abrasso.org.br

Informações para a imprensa:

Tierno Press Comunicação

Contato: Luciana Tierno

11 99385-4439 (whatsapp)

11 93147-1616

E-mail: luciana@tiernopress.com.br

www.tiernopress.com.br

 

A Casa Tombada promove o curso: O que é Mediação de Leitura?

No próximo dia 28 de outubro, A Casa Tombada dará início ao ciclo de cursos, sob a temática central “O que é Mediação de Leitura?”, ministrados pela jornalista, escritora e especialista em literatura infantil, Cristiane Rogerio, coordenadora da Pós-Graduação O Livro para a Infância, da Casa Tombada.

A escolha do tema nasceu após inúmeras reflexões durante os cursos e oficinas liderados pela educadora, em que, ao discutir sobre as obras destinadas às crianças e aos jovens, o papel do mediador passou a ser tema central de debate. “Limites, escolhas, concepções diversas e falta de diálogo compõem uma complexa relação entre o livro e o leitor. Esses cursos terão como foco propor conversas possíveis sobre as questões que cercam a palavra ‘mediação’, principalmente com as obras destinadas às crianças e aos jovens. O que cabe à produção do livro para a infância quando o assunto é ‘formação do leitor?’”, adianta a especialista.

Serão dois encontros mensais, aos sábados, com grades interdependentes, com  diferentes abordagens sobre a temática.

Inscrições e informações: 11 3675-6661.

Agenda

Curso: O que é Mediação de Leitura?

Palestrante: Cristiane Rogerio

Programação

 

28 de outubro: O que é Mediação de Leitura? O desafio da escolha

Sinopse do encontro: seja um livro único para uma criança só, seja um acervo para bibliotecas inteiras, o desafio da seleção passar por diversas concepções de infância, literatura e leitura. Mas esta é a ainda a primeira etapa: como, de fato, oferecemos o direito de escolha a cada leitor?

18 de novembro: O que é Mediação de Leitura? Os limites do livro para a infância

Sinopse do encontro: dos temas escolhidos para as histórias à maneira de poder contá-las, a relação com o livro para a infância nos desafia a esbarrar com diversas regras e, ao mesmo tempo, nos abre um universo de possibilidades de publicação e mediação. Estamos preparados para isso?

Investimento por curso: R$ 90,00

Local: A Casa Tombada

Endereço: Rua Ministro Godói, 109 –  Água Branca – São Paulo

Inscrições e informações: 11 3675-6661

Perfil Cristiane Rogerio

Jornalista formada em 1996, trabalhou em diversos jornais e revistas, bem como agências de comunicação. Foi editora de educação e cultura da revista e site CRESCER por 8 anos, onde desenvolveu uma série de trabalhos além das funções usuais de edição e reportagem, como os livros-reportagem Bebês do Brasil e Por Um Mundo Melhor e a coletânea Contos do Quintal, e a coordenação da Lista dos 30 Melhores Livros Infantis do Ano, da qual hoje é jurada. Em 2012 lançou o livro infantil Carmela Caramelo (Ed. Cortez), em parceria com o artista André Neves. Desde 2014 tem o blog/site Esconderijos do Tempo – esconderijos.com.br – com resenhas, entrevistas e reportagens sobre cultura e infância. Foi uma das tutoras do Programa Quem Lê Sabe Por Quê, da Secretaria Municipal de Educação, com trabalhos sobre formação de mediadores de leituras nos CEUs de São Paulo/SP. Participou da formação dos mediadores da exposição Eva Furnari – Otrapalhaçaã  e da exposição André Neves Em Caminhos em unidades dos Sescs de São Paulo, bem como ministra cursos e palestras nestas unidades e em escolas de São Paulo. Faz parte do corpo docente da Pós-Graduação A Arte de Contar Histórias desde 2014, é colaboradora da A Casa Tombada/Facon, onde também é professora e coordena o curso de Pós-Graduação O Livro Para a Infância – Textos, Imagens e Materialidades desde 2016.

Sobre A Casa Tombada

Lugar de Arte, Cultura, Educação

Inaugurada em 18 de julho de 2015 pelos sócios Ângela Castelo Branco e Giuliano Tierno, A CASA TOMBADA abriga, debaixo de um mesmo teto, salas de aula, ateliês, biblioteca, café, espaço para convívio, exposições e conversas em diferentes formatos.

Lugar de Arte, Cultura e Educação na cidade de São Paulo, A Casa tem sido reconhecida pelo trabalho de excelência desenvolvido ao longo dos últimos dois anos nas áreas de literatura, oralidade e escritura.

Com caráter (in)disciplinar, busca diminuir as fronteiras entre as linguagens artísticas, o fazer e o pensar. Os cursos e encontros que acontecem na Casa são construídos de forma artesanal e estão voltados para os saberes de experiência dos participantes.

Desde a sua fundação, A Casa vinculou-se à FACON – Faculdade de Conchas, pela qual oferta cursos de pós-graduação nas temáticas de:

  • A arte de contar histórias- abordagens poética, literária e performática
  • Artes manuais para a Educação (sobre a perspectiva Waldorf)
  • Arte e Educação: caminhada como método
  • A experiência da escrita: corpo, escuta, gesto
  • Histórias e culturas Afro-brasileira e Indígena
  • Juventudes Contemporâneas: formação e invenção de possibilidades
  • O livro para a infância- textos, imagens, materialidades.

A lógica dos cursos e dos encontros não é o da troca, do “serviço”, mas da “graça”, em que se sustenta a crença no acontecimento.

A Casa tem sido um lugar de acolhimento e convivência entre os seres.

Vive-se em companhia da poesia na parede, das galinhas que botam seus ovos no jardim até a feitura de um pão na hora, para ser servido enquanto respira. Um lugar de convívio estético e ético. Onde os saberes não se escondem, servem para dar.

Além dos cursos vinculados à Facon, a equipe de artistas/educadores da Casa Tombada realiza:

  • Cursos livres de curta duração (ateliês de criação e rodas de conversa);
  • Grupos de estudo;
  • Ateliês Literários (leitura, escrita e oralidade);
  • Aulas-Poema (encontros para escrever e falar sobre a escrita);
  • Encontros de formação para educadores e mediadores culturais;
  • Lançamentos de livros e encontros com autores;
  • Assessoria em Arte e Literatura para escolas e instituições culturais;
  • Sessões de Narração Oral.

Sócios fundadores

Ângela Castelo Branco

Doutoranda em Artes pelo Instituto de Artes da Unesp. Mestre em Educação. Poeta. Arte e Educadora. Foi coordenadora da Ação Educativa da Exposição REVER – Augusto de Campos, no SESC Pompeia, em 2016. Possui importantes publicações na área da literatura e pesquisa sobre escrita na Universidade de Lisboa-Portugal. É professora de escritura nos cursos de pós- graduação “A arte de contar histórias – abordagens poética, literária” e performática e “O livro para a infância” – realizados pela Casa Tombada em parceria com a Facon. É autora dos livros Epidermias e “É vermelho o início da árvore”. Escreve regularmente no www.angelacastelobranco.blogspot.com.

Giuliano Tierno de Siqueira

Doutor e mestre em Artes pelo Instituto de Artes da Unesp. Contador de histórias e pesquisador na arte narrativa em contexto urbano. Autor de publicações acadêmicas na área de arte e educação e de livros de contos, como Quintal, pela editora Globo. Organizador do livro “A Arte de Contar Histórias. Abordagens poética, literária e performática”. Coordenador de Artes do Colégio Augusto Laranja. Idealizador, coordenador e professor do curso de pós-graduação lato sensu A arte de contar histórias. Professor Colaborador do Instituto de Artes da Unesp.

Serviço:

A Casa Tombada

Rua Ministro Godói, 109 – Água Branca – São Paulo

Tel: 11 3675-6661

E-mail: contato@acasatombada.com

www.acasatombada.com.br

Facebook: @acasatombada

 

Tierno Press e Liberta promovem o workshop de Marketing & Comunicação, em Guaratinguetá

Em parceria com a agência Liberta Propaganda & Marketing, a Tierno Press promoverá, no próximo dia 06 de outubro, o Workshop Marketing & Comunicação.

Apresentado pela jornalista Luciana Tierno, especialista em Comunicação Empresarial, e o publicitário Júnior Militão, ambos gestores das empresas promotoras do evento, o workshop abordará conceitos básicos de comunicação e marketing, bem como quais são as ferramentas e estratégias disponíveis para as empresas aperfeiçoarem a sua comunicação ao se relacionar com seu público e obterem melhores resultados.

O encontro será realizado a partir das 19h30, no Colégio Albert Einstein – Objetivo, em Guaratinguetá, Vale do Paraíba, e direcionado aos empresários, empreendedores e interessados em aprimorar a sua comunicação.

“O empreendedorismo cresceu no Brasil, porém ainda são poucos os empreendedores que fazem uso das ferramentas disponíveis para se comunicar com  seu público. A falha na comunicação gera problemas como desmotivação, falta de confiança, ineficiência, caos nas empresas e, acima de tudo, compromete os resultados. Além disso, na era da informação, aqueles que não somente estão antenados às inovações tecnológicas, mas também se preocupam com a qualidade do conteúdo a ser compartilhado, geram impactos positivos para o seu negócio, e principalmente para a sociedade, em geral”, ressalta Luciana Tierno, sócia-diretora da Tierno Press Comunicação.

“‘Já não basta satisfazer seus clientes, é preciso encantá-los.’ Esta frase é de Philip Kotler, o pai do marketing. Ela resume muitas das necessidades que nós, enquanto empresas, precisamos suprir. Com a demanda gigantesca e a oferta proporcional em quase todos os segmentos, o que você faz para se destacar e ser a opção número 1 do seu público-alvo? Vamos debater este e muitos outros questionamentos serão discutidos no workshop a fim de encontrarmos juntos algumas alternativas para eles.” Junior Militão – Liberta Propaganda & Marketing.

 

Clique aqui para fazer sua inscrição

Clique aqui para fazer sua inscrição

Agenda:

Workshop Marketing & Comunicação

Data: 06/10/2017, às 19h30

Local: Colégio Albert Einstein – Av. Juscelino Kubitscheck de Oliveira, 957 – Campo do Galvão, Guaratinguetá – 2º andar

Facilitadores: Júnior Militão, publicitário e Luciana Tierno, jornalista, especialista em Comunicação Empresarial

Realização: Liberta Propaganda & Marketing e Tierno Press Comunicação

Apoio: Colégio Albert Einstein

Gratuito

Coffee Break incluso

Inscrições: http://bit.ly/2hhUDOY

Vagas limitadas!

Programação – Parte I

Facilitador: Júnior Militão

Publicitário, formado em Comunicação Social, Publicidade e Propaganda pela Universidade de Taubaté, atuante na área de marketing há oito anos, atuou como redator publicitário na Rede Aparecida de Comunicação, foi gerente de marketing do Guaratinguetá Futebol e há dois anos fundou a Liberta Propaganda & Marketing, agência de publicidade que atua em diversas frentes como por exemplo marketing, branding, social media, web.

– O que é marketing

– Qual a diferença entre publicidade e propaganda

– Branding (posicionamento e fortalecimento de marca)

– Apresentação de cases

– Social media

Parte II – Comunicação Integrada, conteúdo e relacionamento com o público

– Como se comunicar de forma eficaz com os públicos interno e externo

– Conteúdo – Você é o que você compartilha

– Os canais de comunicação e as diferentes linguagens

– Relacionamento com a imprensa – Como funciona a Assessoria de Imprensa?

– Apresentação de cases

Facilitadora: Luciana Tierno – Sócia-diretora da Tierno Press Comunicação

Jornalista, pós-graduada em Comunicação Empresarial e Relações Públicas, pela Faculdade Cásper Líbero, atuou como repórter, redatora, produtora e apresentadora de rádio e TV, com passagens pelas emissoras Rede Record de Televisão, Grupo Bandeirantes de Rádio e TV e Canal Universitário de São Paulo; além de coordenar vídeos institucionais para empresas e a ONG BSGI Human Network. Experiente em comunicação corporativa nas áreas de Arte, Cultura, Educação, Meio ambiente e Saúde, também atuou como editora executiva, colaboradora de conteúdo e assessora de imprensa na revista socioambiental Viverde. Atualmente, é sócia-diretora da Tierno Press Comunicação.

 
Formulário de inscrição

Nome:

Idade:

Telefone:

E-mail:

Profissão:

Nome da empresa em que trabalha:

Cargo:

Como ficou sabendo do Workshop Marketing & Comunicação:


A Casa Tombada recebe o escritor português Gonçalo Tavares

Nos próximos dias 25, 26 e 27 de setembro, A Casa Tombada oferecerá aos seus frequentadores mais um encontro de escritas e afetos; desta vez, com o curso Atlas do Corpo e da Imaginação, ministrado pelo consagrado escritor português Gonçalo Tavares. A proposta do autor neste curso é refletir sobre alguns dos principais temas do mundo contemporâneo – circulação entre literatura, artes e pensamento.

“Será maravilhoso receber o Gonçalo na Casa Tombada, porque é isso que desejamos em tudo o que fazemos: que exercitemos o livre pensar, que acreditemos na nossa capacidade de ler o mundo e que nos dediquemos agressivamente àquilo que nos move, nos torna melhores”, ressalta a poeta, arte e educadora Ângela Castelo Branco, sócia fundadora da Casa Tombada.

Ao tomar contato com o trabalho do escritor, Ângela conta que um dos aspectos que mais a inspirou enquanto artista e educadora foi a sua habilidade em deixar as questões abertas, sem aquela fissura que muitos de nós temos em fechar uma questão, em conciliar as opiniões divergentes. “Há muito o que se aprender com o Gonçalo e com a maneira de como ele se apropria dos autores, a forma que ele encontrou em estar com a palavra e na vida que abre poucas concessões e que, ao mesmo tempo, não deixa de se espantar com o mundo. Aliás, esse é um dos gestos de sua literatura: por um espanto agressivo, para disputar o campo da palavra e do dizer já tão capturado por verdades e protocolos. Gonçalo me ensinou que precisamos exercitar o pensamento em conjunto, debater, expor nossas palavras, mesmo que sejam balbuciantes”, relata a educadora.

Durante o curso, Gonçalo citará autores como Bachelard, Wittgenstein, Fernando savater,Oliver Sacks, Roland Barthes, Pirandello, Henri Michaux, Robert Musil, Paul Valéry, Clarice Lispector e Deleuze, Foucault. (Veja mais detalhes sobre o curso em http://acasatombada.com.br/atlas-do-corpo-e-da-imaginacao-com-goncalo-tavares/).

 

Gonçalo Tavares – escritor e professor universitário português

Gonçalo M. Tavares nasceu em 1970. Desde 2001 publicou livros em diferentes gêneros literários, traduzidos em mais de 50 países.

Os seus livros receberam vários prêmios em Portugal e no estrangeiro.

Com Aprender a rezar na Era da Técnica, recebeu o Prix du Meuilleur Livre Étranger 2010 (França), prêmio atribuído antes a Robert Musil, Orhan Pamuk, John Updike, Philip Roth, Gabriel García Márquez, Salman Rushdie, Elias Canetti, entre outros.

Alguns outros prêmios internacionais: Prêmio Portugal Telecom 2007 e 2011 (Brasil), Prêmio Internazionale Trieste 2008 (Itália), Prémio Belgrado 2009 (Sérvia), Grand Prix Littéraire du Web – Culture 2010 (França), Prix Littéraire Européen 2011 (França).

Foi, por diferentes vezes, finalista do Prix Médicis e Prix Femina.
Uma Viagem à Índia recebeu, entre outros, o Grande Prêmio de Romance e Novela APE 2011.

Os seus livros deram origem, em diferentes países, a peças de teatro, dança, peças radiofônicas, curtas-metragens e objetos de artes plásticas, dança, vídeos de arte, ópera, performances, projetos de arquitetura, teses acadêmicas, etc. – bem como a inúmeras traduções.

Sobre a Casa Tombada

Lugar de Arte, Cultura, Educação

Inaugurada em 18 de julho de 2015 pelos sócios Ângela Castelo Branco e Giuliano Tierno, A CASA TOMBADA abriga, debaixo de um mesmo teto, salas de aula, ateliês, biblioteca, café, espaço para convívio, exposições e conversas em diferentes formatos.

Lugar de Arte, Cultura e Educação na cidade de São Paulo, A Casa tem sido reconhecida pelo trabalho de excelência desenvolvido ao longo dos últimos dois anos nas áreas de literatura, oralidade e escritura.

Com caráter (in)disciplinar, busca diminuir as fronteiras entre as linguagens artísticas, o fazer e o pensar. Os cursos e encontros que acontecem na Casa são construídos de forma artesanal e estão voltados para os saberes de experiência dos participantes.

Desde a sua fundação, A Casa vinculou-se à FACON – Faculdade de Conchas, pela qual oferta cursos de pós-graduação nas temáticas de:

  • A arte de contar histórias- abordagens poética, literária e performática
  • Artes manuais para a Educação (sobre a perspectiva Waldorf)
  • Arte e Educação: caminhada como método
  • A experiência da escrita: corpo, escuta, gesto
  • Histórias e culturas Afro-brasileira e Indígena
  • Juventudes Contemporâneas: formação e invenção de possibilidades
  • O livro para a infância- textos, imagens, materialidades.

A lógica dos cursos e dos encontros não é o da troca, do “serviço”, mas da “graça”, em que se sustenta a crença no acontecimento.

A Casa tem sido um lugar de acolhimento e convivência entre os seres.

Vive-se em companhia da poesia na parede, das galinhas que botam seus ovos no jardim até a feitura de um pão na hora, para ser servido enquanto respira. Um lugar de convívio estético e ético. Onde os saberes não se escondem, servem para dar.

Além dos cursos vinculados à Facon, a equipe de artistas/educadores da Casa Tombada realiza:

  • Cursos livres de curta duração (ateliês de criação e rodas de conversa);
  • Grupos de estudo;
  • Ateliês Literários (leitura, escrita e oralidade);
  • Aulas-Poema (encontros para escrever e falar sobre a escrita);
  • Encontros de formação para educadores e mediadores culturais;
  • Lançamentos de livros e encontros com autores;
  • Assessoria em Arte e Literatura para escolas e instituições culturais;
  • Sessões de Narração Oral.

 

Sócios fundadores

Ângela Castelo Branco

Doutoranda em Artes pelo Instituto de Artes da Unesp. Mestre em Educação. Poeta. Arte e Educadora. Foi coordenadora da Ação Educativa da Exposição REVER – Augusto de Campos, no SESC Pompeia, em 2016. Possui importantes publicações na área da literatura e pesquisa sobre escrita na Universidade de Lisboa-Portugal. É professora de escritura nos cursos de pós- graduação “A arte de contar histórias – abordagens poética, literária” e performática e “O livro para a infância” – realizados pela Casa Tombada em parceria com a Facon. É autora dos livros Epidermias e “É vermelho o início da árvore”. Escreve regularmente no www.angelacastelobranco.blogspot.com.

Giuliano Tierno de Siqueira

Doutor e mestre em Artes pelo Instituto de Artes da Unesp. Contador de histórias e pesquisador na arte narrativa em contexto urbano. Autor de publicações acadêmicas na área de arte e educação e de livros de contos, como Quintal, pela editora Globo. Organizador do livro “A Arte de Contar Histórias. Abordagens poética, literária e performática”. Coordenador de Artes do Colégio Augusto Laranja. Idealizador, coordenador e professor do curso de pós-graduação lato sensu A arte de contar histórias. Professor Colaborador do Instituto de Artes da Unesp.

 

Serviço:

A Casa Tombada

Rua Ministro Godói, 109 – Água Branca – São Paulo

Tel: 11 3675-6661

E-mail: contato@acasatombada.com

www.acasatombada.com.br

Facebook: @acasatombada

 

Informações para a imprensa:

Tierno Press Comunicação

Contato: Luciana Tierno

11 99385-4439 (whatsapp)

11 93147-1616

E-mail: luciana@tiernopress.com.br

15 de julho – Dia do Homem – Especialistas da ABRASSO alertam sobre a incidência da osteoporose

A osteoporose, doença óssea sistêmica, silenciosa, embora seja mais comum em mulheres, é também um problema de saúde para grande parte da população masculina.  “Um em cada oito homens com mais de 50 anos vão ter uma fratura por fragilidade. As fraturas começam a se tornar mais frequentes após os 70 anos e a mortalidade após fratura de quadril/fêmur é o dobro da feminina”, explica o Dr. Sérgio Setsuo Maeda, médico endocrinologista da ABRASSO – Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo.

O médico explica que a doença oferece mais riscos especialmente aos homens com histórico familiar de osteoporose e fraturas, tabagismo, etilismo (uso excessivo do álcool), uso crônico de glicocorticoides, de baixo peso, e aqueles em tratamento de câncer da próstata.

Dr. Maeda comenta que, diferentemente da mulher, o homem tende a se preocupar menos com exames preventivos. “Infelizmente os homens tendem a subvalorizar as doenças que possuem e buscam tratamento mais tarde do que deveriam”, comenta.

“É recomendado que todo homem com mais de 70 anos faça um exame de densitometria óssea, mas a maioria dos médicos desconhece este problema. Quando eles fraturam o colo do fêmur, em geral o fazem em idade mais jovem do que as mulheres, e a sua evolução também é pior do que a das mulheres”, alerta Dra. Marise Lazaretti Castro, presidente da ABRASSO.

 

Os especialistas apontam alguns hábitos que podem contribuir para a prevenção da doença:

  • Primeiramente abandone hábitos prejudiciais como etilismo e tabagismo;
  • Pratique atividades físicas que ajudem a manter o equilíbrio;
  • Ingira as quantidades adequadas de cálcio através de alimentos lácteos;
  • Faça acompanhamento clínico regular e preventivo.

 

Sobre a ABRASSO

A ABRASSO – Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo, representa a união das três principais sociedades médicas dedicadas ao estudo da osteoporose e do osteometabolismo no Brasil: SBDENS (Sociedade Brasileira de Densitometria Clínica), SOBEMOM (Sociedade Brasileira para Estudo do Metabolismo Ósseo e Mineral) e a SOBRAO (Sociedade Brasileira de Osteoporose).

Criada em 2011, a associação conta hoje com cerca de 1.500 associados de diversas especialidades médicas, além de outros profissionais da área da saúde que, juntos, têm a missão de difundir o conhecimento científico, estimular o ensino e a pesquisa e realizar ações preventivas da saúde junto ao público leigo.

 

Serviço:

Twitter: @sbdens

Facebook: @abrassonacional

www.abrasso.org.br

 

Informações para a imprensa:

 

Tierno Press Comunicação

Luciana Tierno – 11 99385-4439 / (11) 93147-1616

 

E-mail: luciana@tiernopress.com.br

www.tiernopress.com.br

Facebook: @tiernopress

 

 

 


 

 

Exposição fotográfica “De Peito Aberto” segue até o próximo domingo (02/07), no Internacional Shopping Guarulhos

A exposição fotográfica itinerante “De Peito Aberto – A autoestima da mulher com câncer de mama. Uma abordagem humanista” – que já recebeu mais de oito milhões de visitantes, e atingiu cerca de 25 milhões de pessoas com informações sobre o tema  está em cartaz desde o dia 15 de junho no Internacional Shopping Guarulhos e segue até o próximo domingo (02/07).

Neste domingo, dia do encerramento, a partir das 16h30 a mostra contará com a tarde de autógrafos do livro “De Peito Aberto”, com a Vera Golik e o Hugo Lenzi, autores do projeto.

A exposição é resultado do projeto sociocultural de mesmo nome, que retrata homens e mulheres que enfrentam ou enfrentaram o câncer de mama, além de colocar em foco a humanização da medicina em geral.

 

As imagens da exposição mostram as histórias de mais de 50 mulheres e um homem de todo o Brasil, nos Estados Unidos, em Portugal e na Espanha, entre 18 e 90 anos, de diversas origens, etnias e classes sociais. Elas captam as emoções vividas por essas “guerreiras e um guerreiro” em cada uma das etapas do câncer.

O Projeto “De Peito Aberto” tem como meta estimular uma nova conduta em relação ao enfrentamento do câncer de mama e oferece informação de qualidade sobre a doença. A ação acontece em todo o Brasil, e agora está sendo apresentada nas principais cidades da Grande São Paulo, como Guarulhos, que será palco do projeto durante o mês de junho de 2017.

 

Entre os vários temas que são colocados em foco durante a Exposição estão:

  • A humanização da medicina e a conduta médico-paciente
  • A relação entre pacientes, amigos e familiares
  • Os direitos de pacientes de doenças graves
  • Como lidar com os fatores que afetam sua autoestima — reconstrução mamária e dos mamilos; perda de cabelo; modificações na aparência, ameaça à fertilidade; redução da libido, entre outros.

Reconstrução mamária: um direito da mulher

Apenas para tocar em um desses pontos, vale ressaltar que a cirurgia de reparação da mama afetada pelo câncer é uma etapa fundamental no tratamento da doença, melhora a qualidade de vida e resgata a autoestima das pacientes. Pela sua importância na recuperação total do câncer de mama, a lei 12.802/2013 foi sancionada para garantir que todas as mulheres submetidas à mastectomia no combate à doença tenham acesso à reconstrução mamária no Sistema Único de Saúde (SUS).

Embora a reconstrução seja um direito das mulheres, o Ministério da Saúde estima que foram realizadas pouco mais de 1.500 cirurgias em 2015. O número não chega a 2% do total das mulheres que são afetadas pelo câncer de mama. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Mastologia, das cerca de 20 mil mulheres que precisam fazer cirurgia de retirada das mamas, menos de 10% saem dos centros cirúrgicos com os seios reconstruídos.

Patrocínio e Apoios

O Projeto “De Peito Aberto”, nessa jornada pelas principais cidades da Grande São Paulo, conta com o patrocínio da Allergan, via PROAC, e, em Guarulhos, conta com o apoio do Internacional Shopping, da Universidade Santo Amaro – Unisa, da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Guarulhos e da Unimed Guarulhos.

 

Serviço:
Exposição fotográfica “De Peito Aberto – a autoestima da mulher com câncer de mama, uma abordagem humanista”

Permanência da Exposição: 15/06/17 a 02/07/2017

Local da Exposição Fotográfica: Internacional Shopping – Piso Térreo (Rodovia Presidente Dutra, saída 225, Guarulhos, CEP 07034-911, SP)

Tel.: (11) 2414-5000
Horários: segunda a sábado, das 10h às 22h00; Domingos das 11h às 21h.

 

 

Entrada Franca
Classificação: Livre

“De Peito Aberto” nas redes sociais:
Site: www.depeitoaberto.inf.br
Facebook: http://www.facebook.com/pages/De-Peito-Aberto/192791397503060
Instagram: #depeitoabertocancer

Blog: http://campanhadepeitoaberto.blogspot.com.br/
YouTube: http://www.youtube.com/user/DePeitoAbertocancer

 

Informações para a Imprensa

Tierno Press Comunicação

Luciana Tierno – (11) 99385-4439 / (11) 93147-1616

http://tiernopress.com.br

luciana@tiernopress.com.br

 

 

Palestra Interativa “De Peito Aberto – Direitos da Mulher e Medicina Humanizada” será neste sábado (24)

Neste sábado (24), o Internacional Shopping de Guarulhos será palco da palestra  “interativa “De Peito Aberto – Direitos da Mulher e Medicina Humanizada”.

O encontro faz parte da programação da exposição fotográfica “De Peito Aberto – a autoestima da mulher com câncer de mama, uma abordagem humanista”, em cartaz no shopping até o próximo dia 30 de junho.

 

A mostra é resultado do projeto sociocultural de mesmo nome, que retrata homens e mulheres que enfrentam ou enfrentaram o câncer de mama, além de colocar em foco a humanização da medicina em geral.

 

Com exposição fotográfica, palestra e ações nas redes sociais, o projeto mostra a doença sob uma perspectiva mais humana e sensível – uma iniciativa da jornalista e escritora Vera Golik e do fotógrafo e sociólogo Hugo Lenzi, após vivenciarem casos de câncer em suas próprias famílias.

 

Com mais de 40 exposições e 160 palestras pelo Brasil e ao redor do mundo, “De Peito Aberto” recebeu mais de oito milhões de visitantes, e aproximadamente 25 milhões de pessoas tiveram acesso às informações sobre o evento por meio da mídia e mais de 15 milhões de internautas foram impactadas pelo projeto, pelas redes sociais.

As imagens da exposição mostram as histórias de mais de 50 mulheres e um homem de todo o Brasil, nos Estados Unidos, em Portugal e na Espanha, entre 18 e 90 anos, de diversas origens, etnias e classes sociais. Elas captam as emoções vividas por essas “guerreiras e um guerreiro” em cada uma das etapas do câncer.

 

Durante a exposição também haverá a Palestra Interativa, um diálogo em que pacientes, amigos, médicos, profissionais de saúde e a população em geral podem conversar sobre o tema e assim ajudar a quebrar mitos e paradigmas que envolvem a doença.
O Projeto “De Peito Aberto” tem como meta estimular uma nova conduta em relação ao enfrentamento do câncer de mama e oferece informação de qualidade sobre a doença. A ação acontece em todo o Brasil, e agora está sendo apresentada nas principais cidades da Grande São Paulo, como Guarulhos, que será palco do projeto durante o mês de junho de 2017.

 

Entre os vários temas que são colocados em foco durante a Exposição estão:

  • A humanização da medicina e a conduta médico-paciente
  • A relação entre pacientes, amigos e familiares
  • Os direitos de pacientes de doenças graves
  • Como lidar com os fatores que afetam sua autoestima — reconstrução mamária e dos mamilos; perda de cabelo; modificações na aparência, ameaça à fertilidade; redução da libido, entre outros.

Reconstrução mamária: um direito da mulher

Apenas para tocar em um desses pontos, vale ressaltar que a cirurgia de reparação da mama afetada pelo câncer é uma etapa fundamental no tratamento da doença, melhora a qualidade de vida e resgata a autoestima das pacientes. Pela sua importância na recuperação total do câncer de mama, a lei 12.802/2013 foi sancionada para garantir que todas as mulheres submetidas à mastectomia no combate à doença tenham acesso à reconstrução mamária no Sistema Único de Saúde (SUS).

Embora a reconstrução seja um direito das mulheres, o Ministério da Saúde estima que foram realizadas pouco mais de 1.500 cirurgias em 2015. O número não chega a 2% do total das mulheres que são afetadas pelo câncer de mama. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Mastologia, das cerca de 20 mil mulheres que precisam fazer cirurgia de retirada das mamas, menos de 10% saem dos centros cirúrgicos com os seios reconstruídos.

Patrocínio e Apoios

O Projeto “De Peito Aberto”, nessa jornada pelas principais cidades da Grande São Paulo, conta com o patrocínio da Allergan, via PROAC, e, em Guarulhos, conta com o apoio do Internacional Shopping, da Universidade Santo Amaro – Unisa, da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Guarulhos e da Unimed Guarulhos.

 

Serviço:

 

Palestra Interativa “De Peito Aberto – Direitos da Mulher e Medicina Humanizada”

Dia 24 de junho, Sábado, às 10:30 –

Local: Cinema Cinemark – Piso Superior

Entrada Franca
Classificação: Livre

Contatos:
contato@depeitoaberto.inf.br
Tel.: 55 11 5523-8898

“De Peito Aberto” nas redes sociais:
Site: www.depeitoaberto.inf.br
Facebook: http://www.facebook.com/pages/De-Peito-Aberto/192791397503060
Instagram: #depeitoabertocancer

Blog: http://campanhadepeitoaberto.blogspot.com.br/
YouTube: http://www.youtube.com/user/DePeitoAbertocancer

 

Informações para a Imprensa

Tierno Press Comunicação

Luciana Tierno – (11) 99385-4439 / (12) 98884-6715

http://tiernopress.com.br

luciana@tiernopress.com.br

 

Guarulhos recebe exposição fotográfica e palestra “De Peito Aberto”

De 15 a 30 de junho acontece a exposição fotográfica De Peito Aberto – a autoestima da mulher com câncer de mama, uma abordagem humanista”, no Internacional Shopping de Guarulhos.

 

A mostra é resultado do projeto sociocultural de mesmo nome, que retrata homens e mulheres que enfrentam ou enfrentaram o câncer de mama, além de colocar em foco a humanização da medicina em geral.

 

Com exposição fotográfica, palestra e ações nas redes sociais, o projeto mostra a doença sob uma perspectiva mais humana e sensível – uma iniciativa da jornalista e escritora Vera Golik e do fotógrafo e sociólogo Hugo Lenzi, após vivenciarem casos de câncer em suas próprias famílias.

 

Com mais de 40 exposições e 160 palestras pelo Brasil e ao redor do mundo, “De Peito Aberto” recebeu mais de oito milhões de visitantes, e aproximadamente 25 milhões de pessoas tiveram acesso às informações sobre o evento por meio da mídia e mais de 15 milhões de internautas foram impactadas pelo projeto, pelas redes sociais.

As imagens da exposição mostram as histórias de mais de 50 mulheres e um homem de todo o Brasil, nos Estados Unidos, em Portugal e na Espanha, entre 18 e 90 anos, de diversas origens, etnias e classes sociais. Elas captam as emoções vividas por essas “guerreiras e um guerreiro” em cada uma das etapas do câncer.

 

Durante a exposição também haverá a Palestra Interativa, um diálogo em que pacientes, amigos, médicos, profissionais de saúde e a população em geral podem conversar sobre o tema e assim ajudar a quebrar mitos e paradigmas que envolvem a doença.
O Projeto “De Peito Aberto” tem como meta estimular uma nova conduta em relação ao enfrentamento do câncer de mama e oferece informação de qualidade sobre a doença. A ação acontece em todo o Brasil, e agora está sendo apresentada nas principais cidades da Grande São Paulo, como Guarulhos, que será palco do projeto durante o mês de junho de 2017.

 

Entre os vários temas que são colocados em foco durante a Exposição estão:

  • A humanização da medicina e a conduta médico-paciente
  • A relação entre pacientes, amigos e familiares
  • Os direitos de pacientes de doenças graves
  • Como lidar com os fatores que afetam sua autoestima — reconstrução mamária e dos mamilos; perda de cabelo; modificações na aparência, ameaça à fertilidade; redução da libido, entre outros.

 

Reconstrução mamária: um direito da mulher

Apenas para tocar em um desses pontos, vale ressaltar que a cirurgia de reparação da mama afetada pelo câncer é uma etapa fundamental no tratamento da doença, melhora a qualidade de vida e resgata a autoestima das pacientes. Pela sua importância na recuperação total do câncer de mama, a lei 12.802/2013 foi sancionada para garantir que todas as mulheres submetidas à mastectomia no combate à doença tenham acesso à reconstrução mamária no Sistema Único de Saúde (SUS).

Embora a reconstrução seja um direito das mulheres, o Ministério da Saúde estima que foram realizadas pouco mais de 1.500 cirurgias em 2015. O número não chega a 2% do total das mulheres que são afetadas pelo câncer de mama. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Mastologia, das cerca de 20 mil mulheres que precisam fazer cirurgia de retirada das mamas, menos de 10% saem dos centros cirúrgicos com os seios reconstruídos.

 

Patrocínio e Apoios

O Projeto “De Peito Aberto”, nessa jornada pelas principais cidades da Grande São Paulo, conta com o patrocínio da Allergan, via PROAC, e, em Guarulhos, conta com o apoio do Internacional Shopping, da Universidade Santo Amaro – Unisa, da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Guarulhos e da Unimed Guarulhos.

 

Serviço:
Exposição fotográfica
“De Peito Aberto – a autoestima da mulher com câncer de mama, uma abordagem humanista”

Permanência da Exposição: 15/06/17 a 30/06/17

Local da Exposição Fotográfica: Internacional Shopping – Piso Térreo (Rodovia Presidente Dutra, saída 225, Guarulhos, CEP 07034-911, SP)

Tel.: (11) 2414-5000
Horários: segunda a sábado, das 10h às 22h00; Domingos das 11h às 21h.

 

Abertura Oficial do evento

Dia 19 de junho, segunda-feira, às 10:30

Local: Cinema Cinemark – Piso Superior

 

Palestras

Dia 19 de junho, segunda-feira, às 11:30 – Palestra “Promoção e Prevenção da Saúde da Mulher”

Dia 24 de junho, Sábado, às 10:30 – Palestra Interativa “De Peito Aberto – Direitos da Mulher e Medicina Humanizada”

Local: Cinema Cinemark – Piso Superior

Entrada Franca
Classificação: Livre
“De Peito Aberto” nas redes sociais:
Site: www.depeitoaberto.inf.br
Facebook: http://www.facebook.com/pages/De-Peito-Aberto/192791397503060
Instagram: #depeitoabertocancer

Blog: http://campanhadepeitoaberto.blogspot.com.br/
YouTube: http://www.youtube.com/user/DePeitoAbertocancer

Pesquisa aponta que mais de 80% das pessoas que sofrem de dor de cabeça se automedicam

Os riscos da automedicação são o principal alerta da Sociedade Brasileira de Cefaleia na campanha do dia 19 de Maio – Dia de Combate à Dor de Cabeça – Cefaleia. De acordo com o estudo divulgado pela entidade nesta terça-feira (16), 81% dos entrevistados se automedicam para tratar dor de cabeça. Também é comum que as pessoas (50%) aceitem a indicação de remédios feita por não profissionais. O auxílio de médicos para tratar o sintoma é uma opção para 61% dos entrevistados. Foram respondidos, de forma espontânea, 2.318 questionários online, distribuídos pelas redes sociais.

A pesquisa identifica que 87% dos entrevistados sofrem de enxaqueca. Cerca de metade dos entrevistados sofrem com doença de forma crônica, com ocorrência de dor por mais de 15 dias por mês.

Entre os que sofrem de enxaqueca episódica, 28% disseram estar desempregados. Para os que têm a doença crônica, o percentual sobe para 33%. O estudo mostra também que as pessoas que sofrem de enxaqueca crônica são as que mais abusam de analgésicos. Mais de 70% dos entrevistados disseram tomar três ou mais doses semanais do medicamento.

 

19 de Maio – Dia de Combate à Dor de Cabeça – Especialistas promovem ação de conscientização

Nesta sexta-feira (19), os especialistas da Sociedade Brasileira de Cefaleia estarão à disposição da população para orientar sobre a doença.

A ação, que tem apoio da Libbs Farmacêutica, envolve um Ponto de Informação e Atendimento à população, localizado no saguão do Conjunto Nacional durante todo o dia 19 e também contará com uma Palestra, na parte da manhã, aberta ao público, no CineArte.

 

O “19 de Maio – Dia de Combate à Cefaleia” – tem como objetivo informar a população sobre o que é a Cefaleia (os vários tipos de dor de cabeça, inclusive a enxaqueca) e também se tornar um alerta para evitar a automedicação e o uso abusivo de analgésicos, que causam inúmeros problemas à saúde e um incentivo para que as pessoas busquem orientação médica para seu tipo específico de dor de cabeça. A população também terá a informação correta para saber como diagnosticar corretamente e encontrar o tratamento adequado para não sofrer mais com a cefaleia – ou seja, para viver sem dor de cabeça!

A diretora da Sociedade Brasileira de Cefaleia, Dra. Célia Roesler, vice-coordenadora do Departamento Científico de Cefaleia da Academia Brasileira de Neurologia, alerta que a enxaqueca tem tratamento e é possível viver sem dor. “O diagnóstico da enxaqueca é realizado em uma consulta médica especializada, por meio de uma entrevista detalhada com o paciente, para saber qual a frequência, intensidade e os sintomas da cefaleia, já que não há exame específico para detectar a doença. Após a consulta, inicia-se o tratamento à base de remédio prescrito pelo médico, que pode ser diário”.

 

Mais dados sobre a Cefaleia

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cefaleia, mais de 70% das mulheres e 50% dos homens tem ao menos um episódio de dor de cabeça por mês. A enxaqueca – que é um tipo de dor cabeça – atinge mais de 30 milhões de brasileiros. A maioria desta população não tem diagnóstico correto e acaba apelando para tratamentos inadequados para a dor de cabeça. Assim, é extremamente comum o paciente se automedicar, sem procurar tratamento adequado ou acostumar-se a viver com dor.

 

A enxaqueca, dor de cabeça intensa, é responsável pela perda de 1,4% do total de anos saudáveis

A enxaqueca está entre as quatro doenças crônicas mais incapacitantes do mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde, a OMS. Muitas vezes é quase impossível identificar as reais causas das intensas dores de cabeça, mas elas ocorrem devido a múltiplos processos do organismo. Durante as crises, há alterações tanto vasculares quanto em vias neurais.

O processo da crise começa basicamente com a liberação de substâncias inflamatórias e aumento da intensidade de estímulos elétricos do cérebro, causando a dilatação dos vasos sanguíneos, responsável pela intensidade da cefaleia. Apesar da eficácia associada a um arsenal terapêutico disponível para o tratamento da enxaqueca, uma grande parte dos pacientes não fica sem dor.

Uma dica importante que a médica costuma dar aos pacientes é que eles anotem sempre os períodos em que tiveram a dor de cabeça e os possíveis fatores desencadeantes, assim como a intensidade (leve, forte, média, muito forte) e, se foi necessário, ingerir algum tipo de medicação. Com esse “diário da dor” é possível traçar um plano terapêutico eficiente.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cefaleia, os medicamentos preventivos geralmente são reservados para pessoas que apresentam enxaqueca com alta frequência (mais de 02 episódios por semana) ou crises de forte intensidade e que não respondem satisfatoriamente à medicação sintomática. Os profiláticos também são importantes para pessoas que têm cefaleia em períodos previsíveis.

“Por isso é importante o paciente procurar um neurologista especializado pois, com o tratamento preventivo, é possível reduzir a frequência do uso de medicações para as crises, diminuindo as chances de cronificação da dor pelo abuso de analgésicos”, destaca Roesler.

 

Estilo de vida

Mudanças na dieta também são fundamentais para garantir uma melhora efetiva. Alguns alimentos, como o açúcar, cafeína, queijos, molhos, embutidos e até o vinho podem provocar crises em pessoas predispostas, pois liberam substâncias inflamatórias que dilatam os vasos cerebrais e ajudam a desencadear a dor de cabeça. A questão não é cortar o consumo de vez, mas pensar em substituições ou na diminuição da ingestão, principalmente em períodos nos quais o paciente sente que uma crise vai se instalar.

Exercícios físicos também são uma boa pedida, pois eles liberam endorfinas, que são ótimos aliados no controle da dor.

 

Resumo das características da enxaqueca

Fonte: Sociedade Brasileira de Cefaleia

Duração das crises 4 a 72 horas, se não tratadas
Tipo de dor Pulsátil (latejante), na maioria das vezes.
Intensidade da dor Modera a forte na maioria das crises não tratadas
Fenômenos acompanhantes Intolerância à luz (fotofobia), ruídos (fonofobia) e odores (osmofobia), náusea, vômito.
Fatores de agravamento Movimentos súbitos ou inclinação da cabeça, esforços físicos ou mentais, decúbito (em alguns pacientes).
Fatores de melhora Sono (em alguns casos), aplicação de gelo, compressão das têmporas.

 

Saiba mais sobre a Enxaqueca no site: enxaquecanao.com.br. Lá também é possível conhecer o App Diário da Cefaleia, que ajuda a população a lidar com a doença, pode meio do registro de crises e sintomas, oferecendo ferramentas para o controle de hábitos e alimentação.

 

Serviço:

  • Palestra Interativa – “Dor de cabeça – Não!” Evento que trará informações novas sobre as causas e tratamento da Dor de Cabeça, com a participação de médicos e especialistas da Sociedade Brasileira de Cefaleia para dialogarem com jornalistas e a população.
    • Local: CineArte (antigo Cine Livraria Cultura) – sala para 100 pessoas
    • Dia e Horário: 19 de maio de 2017 – das 10h às 11:30
    • Cofee Break: no saguão do cinema, ao final da palestra
    • Entrada livre
  • Ponto de Informação e Atendimento – Mesa de atendimento, Painel Informativo e Material para distribuição – Profissionais de saúde especializados, coordenados pela Sociedade Brasileira de Cefaleia, farão um atendimento personalizado à população que transita pelo Conjunto Nacional, distribuindo panfletos e fornecendo informações sobre o tema. A Mesa de atendimento será identificada por banners que ilustram o tema.
    • Local: Mesa e banners instalados no Saguão do Conjunto Nacional (em frente ao Horsa I)
    • Data e horário: 19 de maio de 2017 – das 10h às 19:00

 

  • Realização: Sociedade Brasileira de Cefaleia
  • Apoio: Libbs Farmacêutica

 

 

Informações para imprensa

Luciana Tierno – Tierno Press Comunicação

luciana@tiernopress.com.br